Theatro Municipal de São Paulo apresenta programação especial e gratuita em outubro dedicada às crianças

De Instituto Odeon em 30 de setembro de 2019


Durante a experiência do Zoo Musical as crianças poderão conhecer a sonoridade de cada instrumento de uma orquestra. Foto Fabiana Stig

De 8 a 13 de outubro, o projeto Crianças no Municipal apresenta atividades variadas para o público infantil e suas famílias; evento oferece tour musical pelo Theatro, teatro infantil, concerto e dança; todas as atividades são voltadas para crianças

O Theatro Municipal de São Paulo apresenta de 8 a 13 de outubro o projeto Crianças no Municipal, um festival de atividades que compõem uma programação GRATUITA especial para a meninada e seus familiares. O evento vai oferecer desde concertos didáticos de música sinfônica, apresentações de balé, pocket ópera e espetáculo de teatro, e ainda um tour de vivência musical pelos diversos espaços do prédio histórico.

Na estreia do evento, no dia 8, terça-feira, às 19ha Orquestra Mundana Refugi, a Palhaça Rubra (Lu Lopes) e o coletivo Morabeza Nação, que apresentará uma síntese da peça As Aventuras do Boi Beleza, se revezam em apresentações no espetáculo Curumins do Mundo.

A Orquestra Mundana Refugi tem 21 músicos e possui em sua formação imigrantes, brasileiros e refugiados de diversas partes do mundo. Como cantores estão integrantes da Palestina, Congo, Guiné, Irã e Brasil. Os instrumentos vão desde os mais recorrentes em orquestra, como violino, até o kanun – feito de cordas e originário do oriente médio – além da citara chinesa que consiste também numa série de cordas esticadas dentro ou sobre uma caixa de ressonância. O grupo que tem apenas dois anos já se apresentou no Auditório Ibirapuera, Sesc Guarulhos, Sala São Paulo, Sesc Pinheiros, Espaço da Américas, Festival Internacional de Curitiba.

Curumins do Mundo terá como mestre de cerimônias a Palhaça Rubra (Lu Lopes) que fará as mediações entre a apresentação da orquestra e a peça. Em alguns momentos, ela executará algumas canções junto com a Refugi, como por exemplo durante A Nossa Casa, do Arnaldo Antunes. A artista, que já esteve no Theatro Municipal em uma programação que celebrou o Dia do Palhaço, compôs até a canção inédita Caravana Curumim para este programa.

Já o Morabela Nação é um coletivo que conta histórias de Paulo Rafael, escritor da obra “O Mundo Cá tem Fronteira – Uma Aventura Brasil-Cabo Verde” que é a referência da peça As Aventuras do Boi Beleza. No enredoum boi do nordeste brasileiro que sobrevoa as Ilhas de Cabo Verde e acaba descobrindo que as belezas desse país do continente africano são também muito semelhantes às belezas brasileiras. Duas crianças, Grapiúna e Graciliano, são as passageiras especialíssimas desta viagem, com quem o boi partilha suas alegrias, impressões, cantos e amores.

Zoo MusicalApós o Curumins do Mundo, a programação segue com o Zoo Musical. A ideia é proporcionar às crianças uma experiência musical na qual os pequenos, guiados por educadores, percorrem algumas “estações” distribuídas pelo Theatro, como o Saguão de entrada principal e o Salão Nobre, onde encontrarão alunos da Escola Municipal de Música, da Fundação Theatro Municipal, e instrumentos de orquestra. Será uma oportunidade única para as crianças apreciarem a sonoridade de cada instrumento, e entender como são divididos no palco os chamados naipes de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico), madeiras (flauta, oboé, clarinete, saxofone e fagote), metais (trompa, trompete, trombone e tuba) e a percussão. Sob monitoria, elas poderão conhecer um pouco mais sobre esse universo da música sinfônica. Toda essa experiência será oferecida para alunos da rede pública, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, e para o público em geral. Na quinta-feira (10), às 15h, e sexta (11), às 9h30 e 15h, as sessões são exclusivas para as escolas. No sábado (12), às 16h30, é gratuito e aberto ao público, no entanto é preciso reservar os ingressos pelo site do Theatro Municipal (www.theatromunicipal.org.br).

Outra atividade didática é o espetáculo O que é? O que é? O que é? com roteiro e direção cênica assinados por Angelo Brandini. A produção conta com a Orquestra Experimental de Repertório (OER), o Opera Studio e a Escola de Dança de São Paulo que pertencem a Fundação Theatro Municipal de São Paulo.  A iniciativa é lúdica e educativa onde os grupos artísticos vão contextualizar cada uma dessas linguagens: o que é orquestra, o que é dança e o que é ópera.  A intermediação de cada uma das artes será feita por duas palhaças mulheres: Paola Mussati (Palhaça Manela), integrante do grupo Doutores da Alegria e mais de 25 anos de trajetória tearal, e Vera Abud (Palhaça Emily), também integrante do Doutores da Alegria e que também atua na Cia. As Graças.

Iniciando a apresentação a Orquestra Experimental de Repertório, sob a regência do maestro Jamil Maluf, juntamente com alunos da Escola de Dança executarão a Valsa das Flores, trecho memorável de um dos grandes balés de repertório, O Quebra-Nozes, de Piotr Ilitch Tchaikovski. O compositor russo se consolidou com um grande compositor de obras para balé clássico, tendo composto também O Lago dos Cisnes A Bela Adormecida. Ainda no programa, os bailarinos executam uma coreografia para As Quatro Estações, de Antonio Vivaldi, e um pout-porri de dança brasileira.

Em seguida, cantores do Opera Studio, sob a regência do maestro Gabriel Rhein-Schirato, e a OER executam trechos de uma das óperas mais famosas a nível mundial, O Barbeiro de Sevilha, de Gioachino Rossini. “É uma obra cômica e muito rica musicalmente. Uma ópera de boa comunicação. Tem alguns trechos como Fígaro… Fííígaro que as pessoas já viram em desenho animado. É leve e combina com o público infantil”, explica o maestro Schirato.

Ainda durante a apresentação, o público terá acesso a informações sobre o que caracteriza cada tipo de voz: tenor, soprano, baixo, mezzosoprano. Os cantores do Opera Studio serão: Juliane Lins (soprano), Ludmila Thomson (soprano),  Roseane Soares (soprano),  Catarina Taira (mezzosoprano), Athos Bueno (barítono), Daniel Souza (tenor), Gabriel Henrich  (tenor),  Guilherme Hoff (tenor), Marcus Ouros (barítono), Ramon Nascimento (tenor) e Vitor Mascarenhas (barítono).

Por último, a Orquestra Experimental de Repertório, sob a regência do maestro Jamil Maluf, irá executar uma peça de estilo clássico a Sinfonia n°40, de Wolfgang Amadeus Mozart, e uma suíte de Guerra nas Estrelas, de John Williams. “A primeira aparece em propaganda de televisão, é de fácil compreensão, e a segunda é uma peça de estilo contrastante que mostra para a criança que a orquestra também está em outros universos, neste caso o cinema, e ela com certeza já ouviu. Este espetáculo é diverso e mostra o universo da música sob diversos aspectos, não fica preso a um determinado compositor ou estilo”, completa o maestro Maluf.  As apresentações ocorrem na quinta (10), às 16h, na sexta (11), às 11h e às 15h, exclusivamente para alunos da rede municipal de ensino, e no sábado (12), às 18h, para o público em geral. A duração é de aproximadamente 1 hora.

Reizinho Mandão

Ainda na programação, o teatro fica a cargo do espetáculo infantil O Reizinho MandãoA peça é protagonizada por três atores com Síndrome de Down e é inspirada no livro homônimo de Ruth Rocha. A montagem traz a história de um menino mimado e mal-educado que passa a comandar o reino após a morte de seu pai. De tanto mandar as pessoas se calarem, todos esqueceram como se fala. Triste e culpado por ter criado um lugar em que ninguém pode conversar, procura conselhos com um sábio e descobre uma solução simples e divertida para resolver a questão.  A produção O Reizinho Mandão sobe ao palco no sábado (12) ao meio-dia. 

Um dia depois, domingo (13), ao meio-dia, encerrando a programação do  Crianças no Municipal, o Theatro Municipal apresenta o Festival de Coros Infantojuvenis  com a presença do Coral Juvenil do Guri, sob a regência de Eduardo Fernandes, e o Coral Canto do Aprender sob a regência da maestrina Suellen Lima. No repertório peças de música popular brasileira como Embolado do Tempo, de Alceu Valença, Tempos Modernos, de Lulu Santos, A Felicidade bate à sua porta, de Gonzaguinha, As Mariposas, de Adoniran Barbosa, Corcovado, de Tom Jobim, Trenzinho Caipira, de Heitor Villa Lobos.  O programa terá a participação do Coral Paulistano, um dos corpos artístico do Theatro Municipal de São Paulo. O programa terá também a participação do coletivo Sampalhaças, formado por mulheres palhaças de diferentes escolas e gerações focadas na comicidade feminina. As artistas atuarão como “mestres de cerimônia” fazendo as mediações entre as apresentações e divertindo o público.

Crianças no Municipal
8 a 13 de outubro (terça a domingo)

Programação Terça-feira, 08, às 19h
Curumins do Mundo
Orquestra Mundana Refugi
Peça As Aventuras do Boi Beleza do coletivo Morabeza Nação
Palhaça Rubra (Lu Lopes)
Entrada franca
Distribuição dos ingressos duas horas antes de cada espetáculo na bilheteria do Theatro
Sala de Espetáculos, Theatro Municipal
Indicação etária: livre
Duração: 70 minutos

Orquestra Mundana Refugi
Carlinhos Antunes – cordas e direção musical – Brasil
Abou Cissé – percussão – Guiné-Conacri
Beto Angerosa – percussão – Brasil
ChadasAstustas – flautas e kemanche-  Turquia
Claudio Kairouz – kanun árabe – Brasil
Daniel Muller – acordeon – Brasil
Danilo Penteado – piano – Brasil
Hidras Tuala – voz – Congo
Leonardo Matumona – voz – Congo
Luis Cabrera – saxofone – Cuba
Mah Mooni – voz – Irã
Maiara Moraes – flauta – Brasil
Mariama Camara – voz e percussão – Guiné-Conacri
Mathilde Fillat – violino – França
Nelson Lin – cítara de martelo – Brasil/China
Oula Al-Saghir – voz – Palestina/Síria
Paula Mirhan – voz – Brasil
Tiago Daiello – cello e baixo elétrico – Brasil
Yousef Saif – bouzouki – Palestina
Pedro Ito – bateria – Brasil
Raouf Jemni – kanun turco – Tunísia
Rui Barossi – contrabaixo – Brasil

Peça As Aventuras do Boi Beleza
Concepção e Direção:
 Renato Gama
Atores: Almir Rosa (Boi Beleza); Luzia Rosa (Ciza); Ana Souza (Graciliano Gozado); Alexandre Apolinário (Grapiúna).

Músicos
Contrabaixo e Arranjos: Ronaldo Gama
Celo: Thayná Oliveira
Voz e Flauta: Mariana Per
Voz e Violão: Tita Reis
Guitarra: Tito Cardozo
Percussão: Sisa Medeiros

Cenografia e Figurino: Patricia Freire
Produção: Sá Menina Produtora e Movimento Cultural Penha

Sábado, 12, às 16h30

Zoo Musical
Atividades lúdico-educativas nas dependências do Theatro Municipal
Participação especial de alunos da Escola Municipal de Música

Entrada franca.
Reserva dos ingressos deve ser feita pelo site do Theatro Municipal (www.theatromunicipal.org.br).

Salão Nobre e Saguão
Indicação etária: livre
Duração aproximada: 50 minutos

*As sessões do dia 10/10 às 15h, 11/10 às 9h30 e 15h são exclusivas para alunos da rede pública de ensino.

Sábado,12, às 18h

O que é? O que é? O que é?
Orquestra Experimental de Repertório
Opera Studio da Escola Municipal de Música de São Paulo
Escola Municipal de Dança
Jamil Maluf – Regente da Orquestra Experimental de Repertório
Gabriel RheinSchirato – Regente do Opera Studio
Luiz Fernando Bongiovanni – Diretor da Escola de Dança de São Paulo
AngeloBrandini – Roteirista e Diretor Cênico
Bel Gomes – Assistente de Diretor Cênico
Christiane Galvan – Figurinista
Paola Mussati e Vera Abud – Palhaças

Solistas Opera Studio:
Juliane Lins – soprano
Ludmila Thomson – soprano
Roseane Soares – soprano
Catarina Taira – meio soprano
Athos Bueno – barítono
Daniel Souza – tenor
Gabriel Henrich – tenor
Guilherme Hoff – tenor
Marcus Ouros – barítono
Ramon Nascimento – tenor
Vitor Mascarenhas – barítono

OER + Escola de Dança
Tchaikovsky: Valsa das flores
Vivaldi: As Quatro Estações: Verão, Allegro non molto
Violino solo: Gabriel Mira
PoutPourri de danças brasileiras

OER + Opera Studio
Rossini: Barbeiro de Sevilha: excertos

OER
Mozart: Sinfonia no.40: 1º movimento, Molto Allegro
John Williams: Suíte Guerra nas Estrelas: Título Principal e Marcha Imperial

Sala de Espetáculos, Theatro Municipal de São Paulo
Duração aproximada: 1 hora
Indicação etária: livre
Entrada franca
Distribuição dos ingressos duas horas antes de cada espetáculo na bilheteria do Theatro
(Quinta-feira (10), às 16h, sexta-feira (11), às 11h e às 15h, exclusivo para alunos da rede municipal de ensino)

Sábado,12, às 12h

Espetáculo
O Reizinho Mandão
Ruth Rocha – Escritora
Jô Santana – Idealização
Roberto Lage – Direção
Ricardo Gamba – Dramaturgia e Direção Residente
Elenco – Ariel Goldenberg, Rita Pokk, Joana Mocarzel, Jô Santana, Ricardo Gamba, Leila Bass, Luiza Novaes, Tiago Leal e Rodrigo Fernando
Juliana Garavatti – Diretora Assistente e coreografia
Gabriel Levy – Direção Musical
Luiza Novaes e Aloísio Oliveira – Letra e Música
Aloísio Oliveira – Músico
André Pereira – Percussão

Sala de Espetáculos, Theatro Municipal de São Paulo
Duração aproximada: 50 minutos
Entrada franca
Distribuição dos ingressos duas horas antes de cada espetáculo na bilheteria do Theatro

Indicação etária: livre

Domingo, 13, às 12h,

Festival de Coros Infantojuvenis
*Participação do Coral Paulistano, um dos corpos artísticos do Theatro Municipal de São Paulo

Coral Juvenil do Guri Guri Santa Marcelina
Eduardo Fernandes – regência
Reynaldo Puebla – direção cênica
Douglas Pereira Afonso –  percussão
LukmanKamauLioncio Muniz –  percussão
Alceu Valença: Embolada do tempo (arr. André Protásio)
Lulu Santos: Tempos modernos (arr. original de André Protásio Adapt. Edu Fernandes)
Paulinho Moska: Último dia (arr. Patrícia Costa)
Renato Russo/: Tempo perdido (arr. André Protásio)
Lenine / Dudu Falcão: Paciência (arr. Patrício Souza)
Gonzaguinha: A felicidade bate à sua porta (arr. André Protásio)

Coral Canto do Aprender
Suellen Lima – regente/pianista:
Herbert Marques, Karina Muniz, Victor Cáceres, Yasmin Lima – Flautistas
Bruno Straccilini – Pandeiro
Antônio Carlos Nicoleti – Cuíca
Adoniran Barbosa: As Mariposas (arr. Suellen Lima)
Tom Jobim: Corcovado (arr. Suellen Lima)
Heitor Villa Lobos: Trenzinho Caipira (arr. Amauri Vieira)
Renato Russo: Mais Uma Vez (arr.Suellen Lima)
César Elbert: Agnus Dei (arr. César Elbert)

Duração total aproximada: 80 minutos
Indicação etária: livre
Entrada franca
Distribuição dos ingressos duas horas antes de cada espetáculo na bilheteria do Theatro

Local: Theatro Municipal de São Paulo
Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/nº
Acessibilidade: Sim